Lição sobre o clima

A dor de perder alguém é sempre desoladora. E torna-se ainda mais quando é articifial, provocada para fazer com que o coração possa entender que não haverão mais carinhos ou segredos trocados à meia-luz. Não porque o alguém se fora, mas sim porque há uma distância glacial de um telefonema que separa e congela os dois lados.
O primeiro lado evita qualquer tipo de contato. Já não lhe interessa mais persistir em algo que, para ele, já teve o seu tempo. O frio surge daí: não há mais toque, não há mais palavras, não há mais contato, não há mais nada. Em consequência, o lado dois (que sobrevivia feliz graças aos braços acolhedores do lado um) sente-se perdido em meio à repentina mudança de clima. E então, não há mais como parar a crescente dor da perda, que se alastra venenosamente até atingir o último feixe de esperança. A situação persiste desse jeito até que o veneno tenha saído completamente do corpo de um dos lados, provocando assim uma leve melhora na esperança que fora quase extinta.
Essa melhora faz com que um dos lados se renda e tenha a sensação de que o outro não parece bem. E então, finalmente, tem-se o mal entendido desfeito. Como que teatralmente, são trocados votos de confiança e cumplicidade eterna, selando a doce reconciliação. Inebriados pela felicidade que agora paira no ar, os dois lados não se dão conta de que o clima também sofreu mudanças. As montanhas de gelo derretem gradativamente, mas com uma notável urgência. O que antes era distante e frio agora é próximo e fogo. Um fogo intenso e perigoso; atraente à sua maneira. E quanto à dor da perda, transformou-se em combustível. Agora é pólvora que que alimenta o fogo e não cogita voltar atrás. Uma vez consumida, a pólvora torna-se inútil. Para a combustão que não cessa nem supre a necessidade que um lado tem do outro, o fogo exige mais pólvora, que, ao contrário da dor, não é fabricada. Surge involuntariamente com o propósito de manter acesa a chama que nunca mais deve se deixar apagar.

_apple__emote_by_aha_mccoy

Anúncios
Esta entrada foi postada em Sem categoria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s