À beira do abismo, outra vez

Tantos anos vivendo dia após dia. E somente vivendo. Desde que uma parte de mim se apagou, não tenho preocupações a não ser viver – e somente viver. O sentir já não me faz falta. Tanto tempo convivendo com a dor de uma perda irreparável que agora já não sinto mais incômodo algum em sacrificar meus sorrisos. O que restou do amor ainda preza pelo passado e insiste em ficar preso no tempo, adorando os dias que passaram e condenando os dias que virão. Rotulei meu caso de irremediável há muito, e não procuro voltar atrás na minha decisão. Ou pelo menos, não procurava. De tanto tentar trazer de volta os dias de ouro, consegui; mas acabei trazendo os erros no lugar da glória. Estou tentando cometer outra vez o erro que por pouco, não foi cometido. Lembro-me bem que, num lapso de autocontrole em plena era dourada, acabei por me salvar de um erro ainda maior. E consegui o alívio de me manter a salvo da escuridão por mais alguns meses.
Talvez seja o meu corpo clamando por amor correndo nas veias – e eu que ingenuamente achei que pudesse suportar a falta de doçura. Apesar de ter passado pela ilusão de nunca amar outra vez, meu obstáculo atual é o mais difícil. A fonte de amor que eu agora desejo é inacessível. Não posso mergulhar, pois corro o risco de nunca mais ter em meus braços quem um dia me fez sorrir sozinha, involuntariamente. Não posso cogitar perder de vista os olhos cor de outono por causa de um desejo passageiro. Passageiro, mas forte. Forte ao ponto de estar quase me fazendo errar – de verdade, dessa vez. Tenho que agradecer à centelha de amor que me restou, por estar me prendendo ao racional e me impedindo de cometer qualquer erro que me trará o arrependimento. Resistirei outra vez à tentação de provar do amor mais avassalador – o impossível. E depois que a tempestade passar, estarei em tempos de calmaria outra vez. Somente vivendo. Porém, uma parte de mim -inerte – ainda dorme um sono leve, esperando ser acordada pelo calor dos seus braços ao redor dos meus. E então, não correrei mais o risco de me apaixonar por outro alguém.

_apple__emote_by_aha_mccoy

Anúncios
Esta entrada foi postada em Sem categoria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s