Desejo de estrago

Vão embora os dias a cada crepúsculo e, no imaginário de todos, são somente mais vinte e quatro horas que estão prestes a se perder num amontoado de problemas. E o dia deixou de ser somente um dia: agora é uma teia. Uma trama complexa onde se situam problemas de casa, do trabalho, da rua. Somente os problemas. E se for um dia de sorte, ainda haverá um mínimo espaço para pensar em si mesmo. A crescente de complicações leva ao desejo de buscar simplicidade, sutileza e elasticidade nas soluções. E então todos viram árcades: desejam somente fechar os olhos e respirar. Desejam desligar o inquebrável sistema cotidiano e esquecer, por enquanto. Desejam que o ímã que os liga à imensa teia de problemas não tenha mais magnetismo e que, por um fim de semana, seus problemas tenham um fim. Ou uma pausa.
Os sonhos leves como nuvem logo se dispersam, e de novo é hora de querer chegar ao destino da maneira mais rápida. Todos sempre querendo vantagem, impulso, velocidade. Mal sabem que assim destroem o fragmento delicado de simplicidade sempre tão almejado. E com tanta atenção no destino, mal sobra tempo para olhar o caminho, e consequentemente, para perceber que a simplicidade e a calma estão exatamente na demora em chegar. A pressa e a perfeição fazem com que a beleza fique fora de foco.
Pois fiquem sabendo que eu prefiro o problema. Prefiro ter histórias a contar de como foi difícil a chegada, mas que a graça da viagem esteve no caminho. Prefiro o modo mais longo de fazer as coisas. A distância faz com que a vida tenha a graça de sempre querermos alcançar algo, de nunca estarmos satisfeitos, de termos sempre planos a traçar. Não desejo nunca que os problemas sumam da minha vida. E se algum da sumirem, eu farei com que eles existam dentro de mim. A verdade é que apesar da crítica, o estrago é o que nos move, o que nos alimenta. Essa é a minha diretriz.

Anúncios
Esta entrada foi postada em Sem categoria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s